Wednesday, August 19, 2009

Queixumes Passados da Direita Bushista Analisados no Presente

Há mais ou menos dois anos que aquela parte da direita mais ou menos simpática para com o Bush, mais ou menos a favor da guerra contra o Iraque - começou a queixar-se da esquerda porque esta não reconhecia a crescente democratização e estabilização do Iraque. A esquerda não reconhecia que o trabalho de campo dos americanos no Iraque, sobretudo a partir do magnífico alumnus de Princeton super-inteligente General Petraeus ter ido para o terreno - estava a ter efeitos e havia cada vez menos violência etc..


Pois bem, eram tais críticas e queixumes justos? Não temos uma base de dados sobre a violência no Iraque mas se é verdade que já ninguém liga às bombas e dezenas de mortos diários em assaltos e atentados no Iraque é também verdade que estas mortes, assaltos e atentados, com altos e baixos é certo, nunca pararam.


Vejam por exemplo esta notícia de hoje. "Pelo menos 95 mortos e 563 feridos em atentados em Bagdad". E esta é uma entre dezenas e dezenas de notícias parecidas que, desde o fim da guerra contra o Iraque, com mais ou menos Petraeus, nunca deixaram de surgir.


Estava a direita guerrilheira e bushista justificada nos seus queixumes? Parece que não. Era assim tão magnífico este Petraeus? Parece que não. É verdade que as guerras mesmo quando acabam continuam a matar gente? Todas e sempre.

|

Links to this post:

Create a Link

<< Home